Com ameaças de morte e fakes news a seu respeito, Felipe Neto vira pauta no Jornal Nacional

O youtuber se tornou pauta do telejornal da Rede Globo nesta última quinta-feira (30).

Nesta última quinta-feira (30) o youtuber e influenciador digital Felipe Neto foi um dos maiores destaques do Jornal Nacional, na Rede Globo.

O influenciador digital nos últimos tempos tem se tornado alvo de várias fakes news através das redes sociais, além de ter se tornado vítima de ameaças de morte na porta de sua casa, em um condomínio que vive no Rio de Janeiro. As ameaças vieram para Felipe por causa das críticas ao governo atual de Jair Bolsonaro que o youtuber tem feito através das redes sociais.

O Jornal Nacional preparou nesta quinta-feira (30) uma reportagem com seis minutos de duração onde abordou o caso vivido pelo youtuber atualmente devido aos seus posicionamentos políticos através de mensagens que são publicadas nas redes sociais de Felipe Neto.

Na chama para o Jornal Nacional, a respeito da reportagem feita por Hélter Duarte, o jornalista William Bonner explicou que o influenciador tem sido vítima de várias acusações falsas e também de ameaças nas redes sociais há alguns dias. Em seguida, o jornalista explicou que a situação se agravou ao ponto de Felipe receber ameaças na porta de sua residência.

Foi mostrado ainda pelo Jornal Nacional um protesto que foi feito por um pequeno grupo de pessoas no condomínio do youtuber, que são apoiadores do atual governo do país. Em seguida, o telejornal da Rede Globo ainda mostrou algumas das ameaças que foram feitas por um dos protestantes que foram até a casa do influenciador. Na entrevista, o criador de conteúdo ainda destacou que as pessoas em questão foram até a sua residência, e que ele nunca imaginou que passaria por este nível de perseguição. Felipe Neto ainda destacou que apesar de não imaginar este tipo de situação, ele está vendo isso na prática agora, até onde as pessoas são capazes de ir.

O repórter ainda citou um vídeo que foi feito por Felipe neto para o jornal “The New York Times” onde ele chegou a falar do presidente brasileiro, e classificou Bolsonaro como sendo o pior líder mundial no combate a pandemia do Covid-19. Após esta declaração que foi feita pelo youtuber, ele passou a sofrer com uma campanha de destruição através das redes sociais, que logo após vários ataques sofridos por ele na web, estes ataques deixaram de ser apenas virtuais, se tornaram reais na tarde de quarta-feira (29) na porta de sua casa.

Ao longo da entrevista, também foi mostrado um levantamento de notícias falsas, que foi feito pela equipe que trabalha com o influenciador. Neste levantamento das fake news, o nome de Felipe aparece associado à pedofilia. Ele ainda destacou na conversa, que nunca imaginou que passaria por algo do tipo, e que nem mesmo deu qualquer tipo de margem para tal nem levantou qualquer tipo de suspeita que poderia resultar em tais acusações a seu respeito, para que, em suas palavras, fosse associado com um crime tão perverso e odioso como este.

 


PUBLICIDADE

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.