Começa nesta segunda-feira o saque emergencial do FGTS

Desde que deu início à pandemia do novo coronavírus, o governo brasileiro elaborou uma renda emergencial para suprir as necessidades dos trabalhadores informais ou pequenos empreendedores.

Assim se deu o Auxílio emergencial de R$600 reais, liberados desde abril, em 3 parcelas de igual valor, sendo agora estendida em mais 3 parcelas de R$500, R$400 e R$300, à ser votada ainda pelo congresso.

Além desse auxílio, o governo também liberou o FGTS para os trabalhadores que possuem emprego com carteira assinada, mas está impedido de voltar ao trabalho em virtude da pandemia. A liberação neste caso é de uma quantia um pouco maior, no valor de 1 salário mínimo, o equivalente á R$1.045 reais.

Seguindo as regras do auxílio emergencial, o pagamento do FGTS também será escalonado de acordo com a data de nascimento do trabalhador, a começar pelos nascidos em janeiro. O escalonamento foi uma forma encontrada pelo governo e pela caixa econômica, responsável pelos pagamentos, de evitar a aglomeração na porta dos bancos, uma vez que pelo momento em que estamos vivendo, as aglomerações estão proibidas pelo fato dessa ser a principal porta de entrada e disseminação do vírus.

Nesta segunda-feira(29), a caixa econômica começa a pagar os nascidos nos mês de janeiro, e assim por diante, ficando estabelecido as seguintes datas:

29 de junho: Nascidos em janeiro

06 de julho: Nascidos em fevereiro

13 de julho: Nascidos em março

20 de julho: Nascidos em abril

27 de julho: Nascidos em maio

03 de agosto: Nascidos em junho

10 de agosto: Nascidos em julho

24 de agosto: Nascidos em agosto

31 de agosto: Nascidos em setembro

08 de setembro: Nascidos em outubro

14 de setembro: Nascidos em novembro

21 de setembro: Nascidos em dezembro.

Fica à escolha do trabalhador também não querer sacar esse benefício, podendo deixa-lo na conta, mas para isso o trabalhador deverá avisar ao banco sobre essa opção escolhida.

 


PUBLICIDADE

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.