Em Trindade eram comuns boatos de supostos casos amorosos de padre Robson, que agora é investigado

O Ministério Público de Goiás aponta uma série de irregularidades nas ‘Afipes’ do religioso.

Padre Robson sempre se destacou por seu trabalho em Trindade, Goiás, à frente da Afipe – Fundação dos Filhos do Divino Pai Eterno, mas agora ele é manchete em todo Brasil por suspeita de que estaria desviando o dinheiro das doações feitas pelos fiéis.

O Ministério Público deflagrou a Operação Vendilhões e desde então vem revelando várias irregularidades e o padre chegou a ser apontado como o líder de uma organização criminosa.

Em Trindade os moradores estão comentando muito a respeito e a população vem se mostrando dividida, enquanto os comerciantes temem o futuro da economia, já que os turistas e romeiros poderão deixar de ir à Basílica do Divino Pai Eterno.

Moradores disseram que bem antes de tudo isso acontecer, já existiam rumores sobre supostos casos amorosos de padre Robson e também a respeito de empresas de fachada, só que agora tudo veio à tona e o pároco foi afastado de suas funções.

Boa parte da renda da cidade vem do turismo religioso, que já vinha sendo afetado por causa da pandemia e a situação poderá piorar ainda mais com essa ação do Ministério Público. Esse ano já não teve a tradicional Festa de Trindade, o que causou prejuízo para quem costuma faturar com o evento.

A população acredita que algumas empresas irão fechar porque não sobreviverão a esta crise e outras conseguirão manter as portas abertas, mas faturando bem menos. Muitos já pararam de fazer doações para a Afipe e não pretendem ir a Trindade tão cedo para visitar a Basílica.

 

Escrito por Russel Morais

Escrevo notícias sobre o mundo dos famosos, os últimos acontecimentos do Brasil e no mundo, além de curiosidades, dicas, economia, tecnologia.