Jovem com Síndrom de Down, que tomou 1º dose da vacina AstraZeneca, se infecta com Covid-19 dias depois e morre

Em junho de 2020, a jovem Amanda Carvalho de Lima, de apenas 21 anos conseguiu superar a Covid-19. Entretanto, após sofrer uma reinfecção, ela não resistiu e veio a óbito.

A jovem que tinha Síndrome de Down, contraiu a doença pela primeira vez no ano passado. Sua recuperação foi lenta, e ficou 47 dias internada. Inclusive, naquela ocasião, quando recebeu alta médica, a equipe do hospital decidiu fazer uma homenagem para ela com direito a aplausos e música.

Se passou quase um ano após a sua recuperação, quando ela começou a sentir novamente os sintomas da Covid-19. Sendo assim, Amanda foi encaminhada para o Pronto Atendimento de Taquarivaí, no final do mês de maio.

Posteriormente ela foi internada com suspeita de Covid na Santa Casa de Itapeva, e por lá ficou internada por aproximadamente uma semana.

Entretanto, no último dia 3 de junho desde ano, Amanda acabou não resistindo as complicações causadas pelo vírus e faleceu. Entretanto, o resultado para apontar a verdadeira causa da morte da jovem não havia ficado pronto, e agora o resultado saiu, atestando que ela morreu por complicações dessa enfermidade que já matou quase meio milhão de pessoas no Brasil.

A infecção pela Covid-19 não tem relação com a vacina da Oxford/AstraZeneca. Por fazer parte do grupo prioritário, a jovem já havia tomado a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca no dia 12 de maio. Porém, a vacina só faz um efeito completo quando o indivíduo toma a segunda dose.

 

 

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.