Suspeitos de terem matado professoras é preso pela Polícia Civil

Suspeitos foram presos pela Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco), na capital paulista. Um terceiro está foragido. A diretora Jéssica Frazão e a professora Marli Gomes foram mortas em 25 de maio, quando estavam a caminho do trabalho, e o carro delas foi abordado por criminosos

Nesta última terça-feira, dia 15 de junho, foram presos pela Polícia Civil do estado de São Paulo, dois suspeitos de terem assassinado uma professora e uma diretora no mês passado.

No momento em que ocorreu o crime, ambas mulheres estavam dentro de um carro na Avenida Professor Osvaldo de Oliveira, além delas estava também a merendeira da creche em que trabalhavam, no momento em que três criminosos chegaram conduzindo outro veículo e deram voz de assalto.

Durante o assalto, às duas vítimas que foram baleadas pelos suspeitos vieram a óbito e eles saíram carregando suas bolsas. A terceira vítima por um fio não foi atingida pelos tiros.

Os corpos são da diretora Jéssica Lopes de Lima e da professora Marli Gomes de Lima Lana que foram sepultadas no dia 25 de maio, na cidade de Ferraz se Vasconcelos, na Grande São Paulo.

Os dois suspeitos que foram detidos irão ser apresentados na tarde desta terça-feira, dia 15, na sede do Departamento de Polícia Judiciária da Capital. Ainda está foragido o terceiro suspeito de ter participado deste crime.

A creche onde ambas trabalhavam foi reaberta no dia 26 de maio. Na reabertura foi colocada uma faixa de luto na entrada em homenagem às funcionárias. Nas redes sociais os internautas pedem por justiça.

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.